Os webinars@pp, são uma iniciativa da Comissão de Formação da APP com o objectivo de trazer pessoas de relevo profissional e académico para partilhar os seus conhecimentos com todos os psicomotricistas portugueses.

Neste webinars@pp são nossos convidados:  Ana Fragoso & Rui Botelho que nos vão falar sobre:

Intervenção Psicomotora e Terapia Assistida por Animais:
práticas e contextos

Como convidados especiais, temos ainda: Lua, Salsa e Zara

Ana Fragoso

• Licenciatura em Reabilitação Psicomotora em 2007 — Faculdade de Motricidade Humana da ULisboa.
• Especialização em Equitação com Fins Terapêuticos
• Especialização em Natação Adaptada
• Pós Graduação em Terapias Assistidas por Animais — Instituto de Psicologia Aplicada
• Psicomotricista da Associação Portuguesa de Paralisia Cerebral de Leiria
• É acompanhada pela sua Co-terapeuta ”Lua”, em sessões de Terapia Assistida por Animais, desde 2014

Acompanham Ana Fragoso duas convidadas muito especiais e muito ternurentas.

Lua (à esquerda com lenço) & Salsa (à direita com lenço e coleira)

LUA
Cadela de raça Labrador com 1 ano.

• Formada em Terapia Assistida, como co-terapeuta, desde 2014 — Tutora: Ana Fragoso (Psicomotricista).
• Acompanha crianças de todas as idades, com alterações de desenvolvimento, comportamento, alterações motoras, cognitivas, autismo, entre outras
• E muito atenta e carinhosa, adora comida e as suas brincadeiras preferidas são com bolas, bolinhas de sabão e balões.
• Consegue manter a distância quando as crianças têm medo de animais, mas consegue ajudá-las a ganhar confiança até serem capazes de receber “beijinhos molhados”.

SALSA
Cadela de raça cruzada de Labrador com Golden com 2 anos

• Co-terapeuta em formação, desde 2018 — Tutora: Ana Fragoso (Psicomotricista).
• Acompanha a Tutora (como forma de ganhar experiência e competências) nas suas sessões com crianças de todas as idades, com alterações de desenvolvimento, comportamento, alterações motoras, cognitivas, autismo, entre outras.
• É uma cadela muito sociável, meiga e brincalhona. Gosta muito de receber mimos e procura frequentemente o contacto com as pessoas, distribuindo vários “beijinhos molhados”.
• Diverte-se muito com bolas, mas também adora exibir os seus “truques” em troca de biscoitos.
• Ainda precisa de ajuda para aprender a ter paciência e a perceber que há crianças e adultos que precisam de mais tempo (e espaço) para perceberem que, dar e receber mimos da Salsa é uma verdadeira delícia.

Rui Pedro Dias Botelho

• Associado nº 822
• Licenciado em Reabilitação Psicomotora pela Universidade Trás-os-Montes e Alto Douro em 2014;
• Mestre em Reabilitação Psicomotora – ramo de aprofundamento de competências em Saúde • Mental – pela Faculdade de Motricidade Humana em 2016;
• Psicomotricista na Associação de Paralisia Cerebral entre 2017 e 2018;
• Psicomotricista no Centro Hípico de Vila Nova de Gaia entre setembro e novembro de 2018;
• Psicomotricista na Associação Equiterapêutica do Porto e Matosinhos desde novembro de 2018;
• Formação em Terapia Assistida por Cavalos em setembro de 2018 pela Bwizer;
• Formador do Curso Profissional de Tratador(a) de Equinos pelo CIAD – Centro Integrado de • Apoio à Deficiência da Santa Casa da Misericórdia do Porto desde março de 2019;
• Coordenador da Tradução e Adaptação das Escalas ADOS-2 e ADI-R;
• Coordenador da Secção Norte da Associação Portuguesa de Psicomotricidade desde 2018.


Acompanha o Rui Botelho uma imponente ternura chamada Zara

Zara
Égua Lusitana, com 18 anos.

• Égua de equitação desportiva adaptada com a vertente de ensino;
Em 2015 integra a equipa da AEPM , sendo dessensibilizada pelo tratador de equinos da AEPM para a utilização dos materiais e dos diferentes posicionamentos em cima do cavalo tendo em conta as limitações de quem a monta
• Realiza sessões em volteio e de condução autónoma e utiliza cabeçada natural com as diferentes populações que a montam 
• Em picadeiro é capaz de se dirigir autonomamente até à pessoa para comer cenouras e maçãs apenas chamando por ela 
• Adora açúcar e lambe as mãos das pessoas;
• Integra provas com o seu cavaleiro do SOP – Special Olympics Portugal;
• Faz passo trote e galope e características para a vertente dressage.

INSCRIÇÃO